Mais sócios, novos parceiros e internacionalização da marca: Honda mexe com o Botafogo

Chegada do meia japonês faz Alvinegro reestruturar página de sócios-torcedores, se aproximar de patrocinadores e planejar ações para além do território brasileiro

Por DIARIO DO DF - COM G1.COM 00/00/0000 - 13h21 hs

Honda domina a bola na cabeça durante a apresentação no Botafogo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

O efeito Keisuke Honda mexeu com as estruturas não só da torcida do Botafogo, mas fez com que o clube se organizasse internamente para aproveitar a imagem do ídolo japonês. Números referentes ao último mês comprovam que a contratação vai além das quatro linhas. Por isso, novas ações têm sido planejadas para que o Alvinegro colha frutos com a ajuda do meia de 33 anos.

A estreia de Honda será nesta terça-feira, às 19h15, contra o Paraná, pela Copa do Brasil, no Nilton Santos

O novo olhar do departamento de marketing começou já na recepção de Honda no aeroporto do Galeão, no dia 7 de fevereiro, quando, em parceria com a Brahma, foram distribuídas faixas de cabeça e bandeiras para os torcedores. A marca ainda fabricou latas de cerveja especiais para o evento de apresentação do japonês no dia seguinte.

Na apresentação, aliás, já foi perceptível que a vinda do meia poderia colocar o Botafogo em um nível mais acima. Com cerca de 13 mil pessoas no estádio e mais de 100 jornalistas, sendo metade ou japoneses ou de agências internacionais, o Alvinegro teve um sábado de notória visibilidade. O clube ainda fechou parcerias pontuais com as empresas Nipo Brasileira e Sushi Rão, que ainda conversam para futuros acordos.

O novo olhar do departamento de marketing começou já na recepção de Honda no aeroporto do Galeão, no dia 7 de fevereiro, quando, em parceria com a Brahma, foram distribuídas faixas de cabeça e bandeiras para os torcedores. A marca ainda fabricou latas de cerveja especiais para o evento de apresentação do japonês no dia seguinte.


Na apresentação, aliás, já foi perceptível que a vinda do meia poderia colocar o Botafogo em um nível mais acima. Com cerca de 13 mil pessoas no estádio e mais de 100 jornalistas, sendo metade ou japoneses ou de agências internacionais, o Alvinegro teve um sábado de notória visibilidade. O clube ainda fechou parcerias pontuais com as empresas Nipo Brasileira e Sushi Rão, que ainda conversam para futuros acordos.