Prefeito de Planaltina de Goiás toma posse e renuncia no mesmo dia

Por DIARIO DO DF - com CORREIO BRAZILIENSE 00/00/0000 - 12h38 hs

Reconduzido ao cargo por determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o então prefeito da cidade de Planaltina de Goiás, no Entorno do DF, David Alves Teixeira de Lima, renunciou minutos após tomar posse, neste domingo (07), na Câmara de Vereadores. Com a saída dele, o Pros, partido que está no centro de um escândalo de corrupção, ganha força no município.

A vice de David, que agora assume a prefeitura é Maria Aparecida dos Santos, mãe do presidente do Pros, Eurípedes Júnior, acusado de usar dinheiro do fundo partidário para comprar um helicóptero, entre outros bens. A confusão começou com o afastamento do ex-prefeito Eles Reis de Freitas.


Foto: Vanda Vasconcellos

A posse de David estava marcado para as 15 horas deste domingo. Ele chegou ao local por volta das 16h30, por que ficou preso no engarrafamento gerado pelo tombamento de um caminhão de combustíveis em Planaltina-DF. O motivo do afastamento, de acordo com discurso dele na Câmara, ocorre para cuidar da filha, que passa por problemas pessoais. A reportagem tentou contato com David Alves, mas ele não retornou as ligações.

O Pros surgiu em Planaltina de Goiás, e de acordo com denúncias recebidas pelo Ministério Público, Eurípedes usava o helicóptero para se deslocar da casa dele, na cidade goiana, até o Lago Sul, em Brasília. O político chegou a ser afastado da liderança da sigla por uma Executiva Nacional. No entanto, o TSE considerou o afastamento ilegal e determinou o retorno ao cargo.