Primeiro caso de coronavírus no DF: o que se sabe e o que falta saber

Paciente é mulher de 52 anos que voltou de viagem à Europa. G1 listou principais certezas e dúvidas sobre caso.

Por DIARIO DO DF - COM G1.COM 08/03/2020 - 11:46 hs


Mulher que testou positivo para coronavírus no DF chega ao Hospital da Asa Norte (HRAN), no DF — Foto: TV Globo/Reprodução Mulher que testou positivo para coronavírus no DF chega ao Hospital da Asa Norte (HRAN), no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Mulher que testou positivo para coronavírus no DF chega ao Hospital da Asa Norte (HRAN), no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

O Ministério da Saúde confirmou, na noite de sábado (7), o primeiro caso do novo coronavírus no Distrito Federal. A paciente é uma mulher de 52 anos, que manifestou sintomas da doença após viagem à Europa. Ela é o primeiro caso grave de infecção pelo vírus no país.

Segundo o último boletim médico divulgado pela Secretaria de Saúde do DF, a mulher está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Ela apresenta "síndrome respiratória aguda" e respira com a ajuda de aparelhos.

De acordo com a pasta, o quadro foi agravado por conta de uma doença relacionada que a mulher já tinha. O marido dela a acompanha no hospital e, apesar de não apresentar sintomas, é considerado caso suspeito devido ao contato direto com a esposa.

--:--/--:--

Confirmado o 1° caso de coronavírus no DF

G1 fez uma lista com informações que já se sabe e dados ainda não confirmados sobre o primeiro caso de coronavírus no DF. Confira abaixo:

O que se sabe

  • Não há duvidas que trata-se do Covid-19. Uma contraprova feita pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, confirmou a infecção pelo vírus;
  • O caso é importado. A mulher apresentou os sintomas após viagem ao Reino Unido e chegou à capital em 26 de fevereiro, já se sentindo mal;
  • O quadro respiratório da paciente foi agravado por uma doença crônica relacionada que ela já tinha;
  • A mulher está isolada;
  • A paciente não usou máscaras durante os voos de retorno ao Brasil e teve contato direto com duas pessoas;
  • A mulher só procurou um hospital na quarta-feira (4), oito dias após a chegada ao país.

O que falta saber

  • Qual a doença que agravou o quadro respiratório da paciente?
  • Quantas pessoas que sentaram próximas a ela nos voos de volta estão sendo monitoradas?

Coronavírus no DF

Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão e sintomas da doença — Foto: Infografia/G1Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão e sintomas da doença — Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão e sintomas da doença — Foto: Infografia/G1

Segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde no sábado (7), além do caso confirmado de coronavírus, há 29 suspeitas na capital. Outras 18 foram descartadas.

A saúde do DF está em estado de emergência por conta do novo coronavírus. A medida foi decretada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) por "risco de pandemia".

Devido ao novo vírus, a campanha de vacinação contra a gripe foi antecipada e terá os idosos como prioridade, já que eles são o grupo de maior risco.

Na capital, os trabalhos começam em 23 de março. Inicialmente, a previsão era de que o início seria apenas na segunda quinzena de abril.

Como evitar o coronavírus

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;
  • Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;
  • Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.